“Bolsonaro assinou aquela carta como prova de fragilidade”, diz Lula

(Foto: Stuckert | Marcos Corrêa/PR)

Metrópoles – Em entrevista à Rádio Sagres, de Goiás, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta sexta-feira (17/9), que a carta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à nação logo após as manifestações do último dia 7 de setembro, apenas dão provas de “sua fragilidade”. A carta foi redigida pelo ex-presidente Michel Temer (MDB) e assinada pelo atual mandatário do país. No texto, Bolsonaro pede desculpas às instituições que teria agredido nos atos do Dia da Independência.

“Eu não sei se alguém acreditou na nota feita pelo Temer para o Bolsonaro. Ele apenas assinou aquela carta como prova de sua fragilidade. A nota foi apenas confirmação da fragilidade do presidente Bolsonaro”, disse Lula, em entrevista ao vivo aos jornalistas Rubens Salomão e Cileide Alves.

Sobre a intercessão do ex-presidente Temer no caso, Lula disse que, na verdade, isso nem seria necessário, caso Bolsonaro tivesse uma postura de estadista. “Acho que ninguém precisava dar conselho que o presidente [Bolsonaro] precisa respeitar as pessoas e as instituições”, acrescentou.

Fonte: Brasil 247