“Bolsonaro não recuou, essa é a estratégia dele, e já voltou a atacar as instituições”, dispara Suíca

Foto: Divulgação

O vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) não engoliu o ‘recuo’ do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com carta após ataques à democracia e ao Supremo Tribunal Federal (STF) em atos no 7 de Setembro e antes disso também. Neste domingo (12), após analisar os discursos, Suíca disse que “nada mais é que a mesma estratégia utilizada anteriormente”. Para o edil soteropolitano, até a imagem de Michel Temer (MDB) foi para amenizar e direcionar o discurso de conciliação a terceiros.

“É a mesma estratégia de antes. Bolsonaro não recuou, essa é a estratégia dele, e já voltou a atacar as instituições no mesmo dia que divulgaram a carta dele e de Temer. Bolsonaro faz as ameaças reais, afrontosas e contínuas e quer desfazer tudo com pedido de desculpas mequetrefe desse. Ele sente o cheiro do medo e volta atrás, espera acalmar e volta a fazer a mesma coisa. Foi mais uma cartinha redigida por um professor de direito e defensor da elite burguesa e escravocrata, de um grupo de golpistas que assaltaram a nação por mais de uma vez, é só analisar a história, o último caso com o de Dilma”, dispara Suíca.

Para o vereador, “Bolsonaro já perdeu as ruas faz tempo”. Suíca diz que os atos do 7 de Setembro mostraram que o presidente está desesperado por popularidade, mas não tem o mesmo carisma que o líder das pesquisas, o ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva. “Não tem como ele ter popularidade distribuindo ameaças e xingamentos. O cara é extremamente agressivo e isso não condiz com o chefe de uma nação. Precisamos de paz e de mais políticas de inclusão. Bolsonaro está a serviço do agronegócio e da elite branca com complexo de vira-lata”, completa.

Ascom do vereador Luiz Carlos Suíca