“Bolsonaro proibiu o Exército de combater incêndios no Pantanal”, afirma secretário da OAB-MT

Bolsonaro e jacaré queimado no Pantanal (Foto: Reuters)

O secretário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Mato Grosso, Flávio José Ferreira, afirmou em entrevista ao Fórum Café, na manhã desta terça-feira (15), que o Ministério da Defesa tem proibido o Exército de atuar no combate aos incêndios no Pantanal. De acordo com ele, bombeiros e voluntários são os principais responsáveis por conter as chamas no bioma.

“O Ministério da Defesa proibiu o Exército de ajudar. Segundo o governo, a Marinha que deveria dar o suporte, mas deram suporte com apenas um helicóptero. Há também cinco aviões que não estão sendo utilizados. Quem está combatendo o fogo de maneira árdua lá são os bombeiros do Mato Grosso e voluntários”, disse. “É uma tristeza… Animais mortos, falta de alimentação, se pensa no problema hoje e no amanhã também”, lamentou.

Em seguida, o secretário da OAB-MT disse que o governador do estado, Mauro Mendes (DEM), chegou a pedir pessoalmente ajuda ao Exército, a qual foi negada. Ferreira também criticou o avanço do agronegócio no Pantanal e disse que o meio ambiente tem sido “desrespeitado” na região há anos.

 

Fonte: Brasil 247