Brasil está entre os 40 piores países em custo de vida em 2021

Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Pesquisa apresenta o qualidade do custo de vida de mais de 130 países 

Qualidade de vida é tudo para boa parte da população, e com quase 2 anos de pandemia mundial essa se torna uma situação complicada. Com isso, o CUPONATION, plataforma de descontos online e integrante da alemã Global Savings Group, reuniu informações sobre custo de vida em todo o mundo. 

De acordo com um estudo de uma companhia Sérvia sobre o índice de custo de vida por país em 2021 divulgado recentemente, o Brasil está na 101ª posição no ranking do melhor custo de vista – ou seja, não está entre os 100 melhores do mundo. 

O território brasileiro somou apenas 36,06% dos 150% de boa qualidade de vida da população, e para chegar a esse resultado o banco de dados internacional usou como base os seguintes tópicos: índice de aluguel, índice de mantimentos, índice de preços de restaurantes e o índice de poder de compra local de cada nação.

Com um total de 139 países fazendo parte da pesquisa, o  que ocupa o topo da lista é Bermudas, com o índice de mais de 147%. Suíça e Noruega garantiram o segundo e terceiro lugares, com 125,02% e 103,57%. O Paquistão está em último lugar, com somente 21,88% da qualidade de vida. 

Indo ainda mais além, o CUPONATION resgatou uma segunda pesquisa sobre custo de vida, feita pela mesma empresa, só que desta vez com um ranking com quase 600 cidades espalhadas pelo mundo.

Da lista, apenas 6 cidades brasileiras aparecem, sendo elas: São Paulo (444º), Brasília (445º), Rio de Janeiro (452º), Belo Horizonte (493º), Curitiba (498) e Porto Alegre (500º), nesta sequência. Confira a pesquisa completa no infográfico interativo do CUPONATION.

A cidade de Hamilton, nas Bermudas, é a que estaciona em primeiro lugar, seguida por Zug e Basel, ambas da Suíça. Peshawar, no Paquistão, é a última cidade do ranking.  

Divulgação