Brasil precisa ter planejamento da infraestrutura para microbilidade e mobilidade elétrica, afirmam especialistas em fórum virtual realizado pela Dow

Foto: Divulgação

Debate contou com as participações de representantes de ITEMM – Instituto de Tecnologia do Grupo Moura, Caloi, CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração e Dow. 

São Paulo, SP – 02 de dezembro de 2021 – Para discutir as oportunidades e desafios para o Brasil no setor microbilidade e mobilidade elétrica, além da questão da sustentabilidade e sua democratização, a Dow realizou um fórum virtual no dia 24 de novembro.

A moderação do evento foi feita por Thays dos Santos, Gerente de Desenvolvimento para Mobilidade e Transporte, e Líder da rede de diversidade GAAN (Global African Afinity Network) na Dow, que expôs alguns números do mercado. “Hoje, temos mais de 30 milhões veículos elétricos no mundo, sendo que 45% deles estão na China e 31% deles na Europa. Nos Estados Unidos, 40% da população americana considera adquirir um veículo elétrico na sua próxima compra. Aqui no Brasil, os veículos elétricos representam menos de 2% do mercado. Já o número de usuários diários de microbilidade cresceu de 8% para 15% em 2020”.

Rogério Ribas, Gerente Executivo de Produtos de Bateria na CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração), informou que estudos apontam que até 2030 metade da frota no mundo será eletrificada, sendo que 15% dos veículos devem ser totalmente elétricos. “Mantendo uma produção de 100 milhões de veículos por ano, com certeza, num cenário bem conservador, vamos ter mais de 50 milhões de veículos sendo produzidos anualmente com tecnologias elétricas. A escolha por essa inovação não é apenas colocar uma tecnologia mais sustentável, mas uma questão de sobrevivência do negócio. Olhando para o Brasil, não acredito que em 10 anos teremos percentuais de 15% de frota elétrica. Esse número deve ser bem menor em comparação a outros países. Acredito que devemos ficar abaixo dos 5%, principalmente pelo custo e infraestrutura de recarga”.

Luiz Mendes, Representante de Contas da Dow e responsável pelos segmentos de Mobilidade, Eletrônicos e Appliances no Brasil, disse que 2021 foi um ano particular para a indústria de veículos elétricos no país. “Tivemos um número muito expressivo de licenciamentos, que superou todas as expectativas. Levantamento da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) relevou que a frota elétrica em circulação no Brasil chegou a 40 mil veículos. Mesmo diante desse cenário, o país precisa ter um plano estratégico nacional que envolva governo, setor privado e sociedade para enfrentar desafios de infraestrutura, principalmente com relação ao carregamento de carros, ônibus e caminhões, no sentido de ter maior inserção de veículos elétricos e custo mais acessível”.

Para Eduardo Camarotti, Pesquisador no ITEMM (Instituto de Tecnologia do Grupo Moura), o desafio para mobilidade elétrica é a conscientização. “É preciso movimentar governo e indústrias no sentido da sustentabilidade para deixar um planeta melhor para todos”. Ele também expôs que é preciso melhorar o incentivo à pesquisa e qualificar o país para que estejamos preparados, a fim de atender às demandas do mercado, como de equipamentos eletrônicos.

 

Microbilidade Elétrica

Com relação à microbilidade elétrica, Eduardo Rocha, Diretor de Marketing, Inovação e Vendas na Caloi, acredita que falar do assunto não é futuro, mas é presente. “Nas grandes metrópoles da Europa, isso já é uma realidade muito forte. Inclusive, temos países na Europa em que a venda de bicicleta elétrica supera a da convencional. Então, nesses países, a questão da microbilidade está relacionada à infraestrutura que a cidade disponibiliza. Já o Brasil, mesmo ano a ano crescendo, está muito atrás da Europa”.

O webinar promovido pela Dow faz parte do MobilityScienceTM, programa global da companhia com foco na convergência entre tecnologias digitais e a demanda urgente pela redução de emissões de carbono como fator disruptivo em cadeias de valor tradicionais. A série MobilityScienceTM Talks integra a iniciativa e tem o objetivo de fomentar discussões entre especialistas da indústria.

 

Link para conferir fórum virtual na íntegrahttps://videos.dow.com/view/M27394#/sidebar/info

Sobre a Dow

A Dow (NYSE: DOW) combina alcance global, escala e integração de ativos, inovação focada e liderança em frentes de negócio diversificadas para alcançar crescimento lucrativo. Sua ambição é se tornar a empresa de ciência dos materiais mais inovadora, centrada no cliente, inclusiva e sustentável do mundo para possibilitar um futuro mais sustentável ao planeta por meio de sua expertise em ciência dos materiais e da colaboração com seus parceiros. O portfólio diferenciado de plásticos, intermediários industriais, revestimentos e silicones da Dow oferece uma grande variedade de produtos e soluções de base científica a clientes em segmentos de mercado de alto crescimento, como embalagens, infraestrutura, mobilidade e cuidados do consumidor. A Dow opera 106 unidades fabris em 31 países e emprega cerca de 35.700 pessoas. Em 2020, gerou aproximadamente US$ 39 bilhões em vendas. Referências à Dow ou à Companhia significam a Dow Inc. e suas subsidiárias. Para obter mais informações, acesse www.dow.com ou siga @DowNewsroom no Twitter.