CDA promove seminário sobre Reconhecimento de Domínio Municipal

Foto: Divulgação

Os benefícios do Decreto Nº 19.157/2019, que possibilita ao município realizar o Reconhecimento de Domínio Municipal (RDM), foram esclarecidos, nesta terça-feira (08), durante seminário promovido pela Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), unidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

O encontro, realizado virtualmente, reuniu 187 pessoas, dentre elas, prefeitos eleitos e reeleitos, secretários e técnicos dos municípios, representantes dos Consórcios Públicos e de empresas credenciadas. A atividade integrou a programação técnica da  11ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que acontece até o próximo domingo, 13 de dezembro, no site www.feiradaagriculturafamiliarcom.br.

Com o Decreto, os prefeitos podem viabilizar o processo de Reconhecimento de Domínio Municipal, contratando empresas credenciadas junto ao Sistema de Cadastro da CDA/SDR, para serviços de Georreferenciamento das áreas.

O resultado da RDM é a emissão do título de reconhecimento de domínio das terras devolutas inseridas nas áreas urbanas das sedes municipais e nas vilas, distritos e povoados com mais de 200 habitações, permitindo ao gestor municipal regularizar as ocupações dos imóveis urbanos dos cidadãos que estiverem localizados em terras devolutas e emitir escrituras. Também favorece ampliar a arrecadação municipal com o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e acessar créditos junto a instituições financeiras para melhoria da infraestrutura urbana e suburbana.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, ressaltou a importância e os benefícios desta parceria entre Estado e prefeitura, objetivando a ampliação das ações de Regularização Fundiária. Ele destacou que o evento permitiu o diálogo  com os prefeitos, inclusive eleitos, onde foi apresentada a importância da parceria  para proporcionar que o perímetro urbano dos municípios possam ser demarcados, com a prefeitura sendo um ator principal nesse processo e o Estado, por meio da  CDA, um parceiro na regularização destes perímetros: “Essa medida que o Estado está adotando é importante por uma série de razões, uma delas, primordial, é o aumento da arrecadação da receita dos municípios. A parceria é a marca da Secretaria de Desenvolvimento Rural com os prefeitos, sem os quais muitas das nossas ações não teriam a eficácia e a eficiência que nós precisamos ter”.

Camilla Batista, coordenadora executiva da CDA/SDR, reforçou os benefícios da política pública de regularização fundiária: “Este Decreto Nº 19.157/2019 mudou o fluxo processual para a regularização fundiária das áreas urbanas e suburbanas, uma importante conquista que traz celeridade para concretizarmos nossas ações, beneficiando um maior número de baianos. Saliento aos prefeitos e prefeitas a importância de realizarmos nossas parcerias logo no início dos seus mandatos, evitando obstáculos ao longo de suas gestões. Muitos gestores têm dificuldade na execução de emendas parlamentares para obras, devido à ausência de comprovação do domínio da área. O Reconhecimento de Domínio Municipal deve ser uma prioridade para os municípios fazerem sua própria Regularização Fundiária Urbana e ampliarem a oferta de políticas públicas”.

Adesão

Angélica Manina, colaboradora do Núcleo de Operações Técnicas da CDA/SDR, explicou que, para acessar a RDM, os gestores municipais precisam encaminhar requerimento para a CDA, conforme modelo estabelecido no Anexo II do Manual Operacional: Reconhecimento de Domínio Municipal Urbano e Suburbano da CDA, disponível no Portal da CDA: “As áreas requeridas serão analisadas em função do Decreto Estadual 19.157/2019 pela Comissão de Reconhecimento de Domínio, que fará a análise técnica das áreas urbanas, bem como a análise jurídica e documental. O Decreto possibilita ao gestor municipal entender o que o Estado está caracterizando como área urbana, para que possa vir a solicitar o reconhecimento de domínio. O decreto, também designa a CDA para estabelecer a precisão posicional do georreferenciamento dos limites das áreas a serem reconhecidas, adequação em relação aos dados informados e padronização cartográfica”.

O prefeito reeleito do município de Chorroró, Humberto Gomes, já aderiu a RMD e disse estar na expectativa para colocar a parceria em andamento, que teve seus trabalhos adiados por conta da pandemia:  “Este encontro foi importante para nossa região, exclusivamente para nossa cidade de Chororó, para que possamos dar início a este grande projeto que é regularizar as terras do nosso município, no qual foi explicado e orientado que as prefeituras podem contratar as empresas, que venha já começar os trabalhos. Em 2021, nós vamos fazer isso com certeza. É um desejo muito grande do prefeito, da população para que tenhamos a regularização de nossas terras. Parabéns ao governo do Estado, ao secretário Josias e a todas as pessoas que participaram dessa reunião”.

Fonte: SDR BA

41 COMENTÁRIOS

  1. After I originally left a comment I appear to have clicked the -Notify me when new comments are added- checkbox and now every time a comment is added I receive 4 emails with the exact same comment. There has to be a means you can remove me from that service? Cheers. Robbi Angus Flita

  2. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Integer tristique elit lobortis purus bibendum, quis dictum metus mattis. Phasellus posuere felis sed eros porttitor mattis. Waneta Tadio Klarika

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui