Consórcio é saída para famílias que desejam realizar o sonho do imóvel próprio

Foto: Reprodução

Devido ao bom momento vivido pelo mercado imobiliário, que cresceu em 2020 27% em relação a 2019, muitas pessoas passaram a realizar o sonho da casa ou apartamento próprio, através de diferentes modalidades de financiamento. O consórcio é um deles, e vêm se destacando e popularizando cada vez mais. Dados da Associação Brasileira de Consórcios (Abac) mostram, que só no primeiro trimestre de 2021, foi registrado um aumento de 38,1% nas vendas, comparando com o mesmo período de 2020.

Algumas razões explicam esse aumento na procura, sendo uma das principais a baixa burocracia no processo de aprovação e o fator preço. “Nos consórcios são cobrados apenas as taxas de administração, que podem chegar a apenas 0,1% ao mês. Além disso, esse modelo funciona como uma forma de investimento, garantindo a médio e longo prazo acúmulo de patrimônio. Sem falar que não há necessidade de pagamento de entradas e o valor aplicado é protegido contra a inflação”, explica o diretor comercial da empresa baiana, especializada em consórcio, ACT Assessoria – Crédito Imobiliário, Hélio Oliveira.

No modelo de consórcio imobiliário, estão permitidas a aquisição de imóveis residenciais, urbanos, rurais e terrenos. Adicionalmente, o consórcio também pode ser usado para construções, reformas e quitação de financiamentos, por possuírem custos mais baixos, sendo uma forma barata e protegida para aquisição de bens, principalmente por não ter pagamento de juros.

Para se ter uma ideia do crescimento da modalidade, as performances do consórcio de imóveis e veículos, juntos, foram responsáveis por 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, segundo informações da Abac.

“O consórcio possui particularidades. E essas características agradam o público, principalmente aqueles que não estão com pressa para utilizar o bem e planeja a aquisição do imóvel à custos baixos. Vale explicar, que a contemplação ocorre de duas formas, via sorteio e através de lances”, pontua Hélio.

Parcerias que dão certo

O que corrobora para o sucesso dos consórcios também são as parcerias entre instituições financeiras e assessorias de crédito, que complementam uma com a outra. A própria ACT é um exemplo, pois atua nessa modalidade em conjunto com o Itaú Consórcio, que é o maior banco da América Latina. “Esse tipo de parceria gera frutos, principalmente ao cliente ou família que está no processo de sair do aluguel. Além disso, esse trabalho colaborativo entre empresas geram valor, celeridade, credibilidade e exclusividade no atendimento”, finaliza Hélio.