Dayane Pimentel ingressa com pedido de representação no Conselho de Ética contra Eduardo Bolsonaro

 

A deputada federal Professora Dayane Pimentel (PSL/BA) ingressou, nesta terça-feira (14), com uma representação contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) que ameaçou a parlamentar baiana em postagem realizada em suas redes sociais, na segunda-feira (13). A representação foi enviada ao presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP/PI), via Secretaria Geral da Mesa, e deve passar pela Corregedoria-Geral da Câmara seguindo para o Conselho de Ética.

O parlamentar eleito por São Paulo, nesta segunda-feira, publicou imagem da deputada federal baiana, chamando-a de traidora e pondo um alvo sobre o rosto da parlamentar, ação considerada, conforme apontado na peça da representação, “assustadora, temerária e ameaçadora”.

“A Sra. Dayane Pimentel teme pela sua segurança e sua integridade física, somente em razão de não mais compactuar com as diretrizes adotadas pelo atual governo e, portanto, tornar-se oposição ao presidente que outrora ela apoiava”, diz trecho da representação.

Em trecho posterior da representação da parlamentar baiana contra o filho do presidente da República, é dito que “a recente imagem publicada pelo Deputado Federal Eduardo Bolsonaro, colocando uma mira no rosto da representante, apenas por ela ter marcado presença nas manifestações contra o governo, organizada pelo MBL, na cidade de São Paulo, demonstra que o representado ultrapassou todos os limites legais e, portanto, merece ser responsabilizado pelos atos ilícitos que vem empreendendo em face da representante”.