Derrota do voto impresso aumenta pressão sobre Lira para agir contra ameaças de Bolsonaro à democracia

Arthur Lira (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

Mesmo depois do fiasco da tanqueciata desta terça-feira (10), em Brasília, e da derrota na tentativa de aprovar o voto impresso, parte do mundo político não acredita em fim das ameaças golpistas de Bolsonaro e questiona qual será posição do presidente da Câmara.

Uma parte do mundo político considera que as ameaças do chefe do Executivo contra a democracia continuarão.

Mesmo entre aliados de Arthur Lira começa a circular a informação de que ele vai abandonar o barco bolsonarista se os ataques continuarem após a votação desta terça-feira, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

Fonte: Brasil 247