Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ será celebrado com talk-show e apresentações artísticas em Salvador

Foto: Divulgação

À véspera das comemorações do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, Salvador contará com uma programação especial para marcar a data. O projeto “Orgulho, sim senhor”, promovido pelo site Dois Terços, será realizado no dia 27 de junho, das 15h às 17h, direto do palco do Teatro Gamboa, com transmissão ao vivo pelo canal do veículo no YouTube (youtube.com/doistercos).

A programação contempla debates, shows e homenagens, e fortalece a importância da arte como um instrumento de resistência  contra a LGBTfobia.

No time de convidados para abordar a importância da data, Márcia Ferreira, promotora; Deko Lipe, criador do projeto Primeira Orelha; Renildo Barbosa, coordenador do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia (CPDD-LGBT); Kaio Macedo, coordenador do Núcleo LGBT da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS); Leandro Colling, professor da UFBA; Diogo Ramon, professor da UFES; Paulett Furacão, assessora parlamentar e Igor Leonardo e Arthur Lima, empresários do projeto AfroSaúde.

A programação contará com performances artísticas de Rainha Loulou, Scarleth Sangalo, Scher Marie, Tanucha Taylor, Sfat Auermann, Tereza Skype, Eyshilla Butterfly, Desirée Beck e Elivan Nascimento, além da apresentação do cantor Lui. A cantora Tati Aboim fará o show de encerramento.

Apresentado em formato de talk-show, o projeto será comandado por Genilson Coutinho, ativista e editor-chefe do site Dois Terços, com foco na informação, na luta contra a invisibilidade e celebração do orgulho da comunidade LGBTQIA+.

Para Genilson Coutinho, o projeto é fundamental para os LGBTQIA+ e um importante despertar na sociedade sobre a importância do respeito às pessoas serem quem elas desejam ser.

“Vamos celebrar o nosso orgulho e ao mesmo tempo dizer à sociedade que o respeito e a luta contra a LGBTfobia é diária, pois a cada 19min um LGBTQIA+ morre no país. O projeto é um ato de resistência contra toda forma de violação de direitos e precisamos falar sobre isso todos os dias”, pontua Coutinho.

O projeto conta com apoio do Governo do Estado da Bahia, Superintendência de Fomento ao Turismo da Bahia (Bahiatursa), mineradora Vanádio de Maracás (VMSA), Shopping Bela Vista, Natura Maquiagem, Biz Comunicação Integrada, Casa Nandos, York Cheesecakes, Delícias da Zeny, Danúbio for Men e Clube 11.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui