“É lamentável que o STF tenha sido infiltrado”, diz Lewandowski sobre espiã de Allan dos Santos em seu gabinete

Ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF) (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), se manifestou nesta quarta-feira (6) sobre as mensagens interceptadas pela Polícia Federal (PF) que indicam a ex-estagiária de seu gabinete Tatiana Garcia Bressan atuou como espiã para o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos.

Questionado pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o ministro Lewandowski afirmou ser “lamentável que a Suprema Corte tenha sido infiltrada por uma pessoa sem compromisso com ética pública e a democracia”.

Documento da Polícia Federal  traz diálogos entre o blogueiro e Tatiana Garcia Bressan, de 45 anos. Ela estagiou no gabinete de Lewandowski de 19 de julho de 2017 a 20 de janeiro de 2019, antes da abertura dos inquéritos contra Allan, em março daquele ano. As conversas começaram em 23 de outubro de 2018 e vão até 31 de março de 2020, quando ela já não estagiava mais no STF.

Nesta quarta-feira (6), o ministro Alexandre de Moraes determinou à Polícia Federal que colha o depoimento de Tatiana Garcia Bressan sobre os diálogos com o blogueiro acusado de ser um dos comandantes da milícia virtual que propaga fake news nas redes sociais.

Fonte: Brasil 247