Eduardo Bolsonaro conseguiu patrocínio de Luciano Hang para Allan dos Santos, acusado de divulgar ‘fake news’

(Foto: ABr)

A CPI da Covid tem em suas mãos, e deu acesso ao Jornal Nacional, a mensagens que indicam que o deputado federal Eduardo Bolsonaro intermediou o patrocínio do dono da Havan, Luciano Hang, a um programa do jornalista bolsonarista Allan dos Santos, editor do Terça Livre, que sofreu sanções por espalhar mentiras.

Allan é investigado em dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) que investigam a disseminação das chamadas “fake news”, ameaças a autoridades políticas e financiamento de atos antidemocráticos.

Segundo a Polícia Federal, o blogueiro pediu, em janeiro de 2019, logo após Jair Bolsonaro assumir a presidência, que Eduardo o colocasse em contato com Hang. “Quer que eu fale algo a ele para te introduzir?”, pergunta o deputado. “É melhor”, responde Allan.

Em seguida, Eduardo afirma: “Ele [Hang] disse que você pode entrar em contato com ele. Falei que você é o nosso cara da imprensa para um projeto que desenvolvemos aqui nesta semana de aulas com o Olavo [de Carvalho]”.

E o blogueiro diz ao deputado: “Sobre o Hang, quando ele voltar da Europa, falarei com ele”.

Eduardo: “Beleza. Falei no macro com o Hang”. Quatro meses depois, Allan escreveu: “Luciano Hang tá dentro. Patrocínio para o programa”.

Fonte: Brasil 247