Embaixada dos EUA em Cabul incita norte-americanos a deixarem Afeganistão imediatamente

© AP Photo / Rahmat Gul

Os Estados Unidos exortaram os cidadãos norte-americanos a deixarem o Afeganistão imediatamente usando voos comerciais disponíveis depois que cidade afegã de Ghazni foi capturada por grupo islamista.

De acordo com um aviso publicado nesta quinta-feira (12) no site da missão diplomática em Cabul, em meio ao rápido avanço do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) através a nação asiática.

Membros do grupos islamista teriam capturado a estratégica cidade afegã de Ghazni ainda nesta quinta-feira (12). O ato deixa o Talibã a menos de 150 quilômetros dia capital, em sua campanha para tomar o controle do território afegão após a saída das tropas dos EUA, que deixou o governo local tentando parar o movimento por conta própria.

“A embaixada dos EUA exorta os cidadãos norte-americanos a deixar o Afeganistão imediatamente usando as opções de voos comerciais disponíveis”, disse o aviso da missão, alertando seus cidadãos sobre as dificuldades que enfrenta para implementar sua autoridade e capacidades em um território cada vez mais hostil.

“Dadas as condições de segurança e a redução do pessoal, a capacidade da embaixada de ajudar os cidadãos americanos no Afeganistão é extremamente limitada, mesmo dentro de Cabul”, completa o comunicado. Em outro texto, a Embaixada dos EUA em Cabul condenou a prisão de membros do governo afegão, incluindo líderes civis e oficiais das Forças de Defesa e Segurança Nacional Afegãs (ANDSF, sigla em inglês).

Medidas recentes

Em 27 de abril, os EUA ordenaram que funcionários do governo deixassem a embaixada em Cabul se pudessem realizar seu trabalho em outro lugar, citando o aumento da violência na cidade.

Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, fala no Departamento de Estado em Washington, EUA, 30 de março de 2021
© REUTERS / MANDEL NGAN Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, fala no Departamento de Estado em Washington, EUA, 30 de março de 2021

O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, disse no início desta semana que a posição oficial da embaixada não mudou, respondendo a perguntas sobre a probabilidade de uma evacuação da sede diplomática.

No entanto, Price acrescentou que Washington avalia o cenário de risco para o pessoal da embaixada no dia a dia.

Fonte: Sputnik Brasil