Exemplo que vem da Bolívia: corte abre processo contra Jeanine Áñez pelo golpe de Estado de 2019

Jeanine Áñez (Foto: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins)

Brasil 247 – Corte boliviana deve ordenar nesta quarta-feira (12) a abertura formal do processo ordinário contra Jeanine Áñez pelos crimes do golpe de Estado de novembro de 2019. A ex-governante autoproclamada pode receber uma condenação de dez anos, segundo a acusação liderada pelo advogado Marcelo Valdez.

As audiências serão realizadas no primeiro trimestre deste ano, segundo o vice-ministro da Justiça, Jaime Siles. Áñez aguarda julgamento em prisão preventiva desde março de 2021.

Áñez terá que justificar no processo por que se autoproclamou presidente do Senado, o que desrespeita o regulamento dessa câmara, para depois se autoproclamar “presidente transitória” do país, sem a presença de parlamentares suficientes para permitir uma votação, disse Valdez.

Em 30 de novembro, no âmbito das investigações do caso golpe de Estado, a comissão de promotores da cidade de La Paz apresentou a acusação formal contra Áñez, pelos crimes de violação de deveres e resoluções contrárias à Constituição e às leis. (Com informações da TeleSur).