Feira de Santana: Angelo Almeida sugere Comenda 2 de Julho ao arcebispo metropolitano

Foto: Divulgação

O deputado estadual Angelo Almeida (PSB) apresentou projeto de resolução na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) para concessão da Comenda 2 de Julho ao arcebispo metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro. A homenagem ocorrerá em data a ser definida, após aprovação dos parlamentares.

A honraria é a mais alta da Casa e, para Angelo, será uma forma de reconhecer a dedicação de Dom Zanoni aos projetos sociais e luta pela manutenção dos princípios democráticos, colocando a Bahia em destaque no cenário nacional. “Dom Zanoni tem uma trajetória marcada pela defesa dos direitos dos mais necessitados e compromisso com a democracia e liberdade. Ele não se esquiva dos debates da construção social e política do nosso país”, frisa o deputado.

Nascido dia 23 de janeiro de 1962, em Vitória da Conquista, Dom Zanoni foi ordenado padre em 1986. É formado em filosofia, teologia e mestre em teologia sistemática. Sua ordenação episcopal aconteceu 2007, em Vitória e, no mesmo ano, sucedeu a Dom Aldo Gerna na diocese de São Mateus, no Espírito Santo. Por determinação do Papa Francisco, foi nomeado, em 2014, arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Feira de Santana. Em 2015, com a renúncia do então arcebispo Dom Itamar, que completara 75 anos, assumiu a função na qual segue, com reconhecimento social.

No Regional Nordeste 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Zanoni foi escolhido como bispo referencial para a 6ª Semana Social Brasileira e membro do Grupo de Trabalho da CNBB pelo Pacto pelo Vida e pelo Brasil. Em âmbito nacional, é o bispo referencial da Pastoral Afro Brasileira e membro da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui