Governo lança projeto de capacitação para micro e pequenos empreendedores

Foto: Reprodução

O projeto Saber para Crescer – Aprender é o Melhor Negócio, foi lançado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), nesta quinta-feira (4), em um ato virtual transmitido pelo YouTube. Com um investimento de aproximadamente R$ 380 mil do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), o objetivo é promover a capacitação gerencial de 9.600 micro e pequenos empreendedores baianos.

“A iniciativa integra as ações do CrediBahia, programa que já emprestou R$ 588 milhões em nosso estado. A qualificação dos empreendedores é muito importante, porque oferece um suporte técnico indispensável para o crescimento dos negócios e a revitalização das economias municipais”, destacou o titular da Setre, Davidson Magalhães, durante a solenidade de apresentação.

O vice-presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Miguel Calmon, Caca Requião, reforçou a importância da ação. “Muitas empresas abrem as portas e fecham em pouco tempo pela falta de capacitação. O projeto vai garantir o preparo necessário para que os pequenos negócios sejam competitivos”, afirmou.

O Saber para Crescer abrangerá 52 municípios, começando pelas cidades de Salvador, Santaluz, Paramirim e Jaguarari. “Os micro e pequenos empresários são responsáveis por boa parte da geração de emprego e renda. Em um período de retomada da inflação e aumento do número de trabalhadores desocupados, esse tipo de projeto sinaliza que há alternativas para o país”, ressaltou o representante da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRT/BA), Maurício Nolasco.

Metodologia

O projeto será executado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), através de um ciclo de cinco oficinas:  SEI Planejar, SEI Vender, SEI Controlar Meu Dinheiro, SEI Formar Preço e SEI Crescer. “São atividades que alternam momentos expositivos com dinâmicas e exercícios práticos, a fim de proporcionar uma aprendizagem mais efetiva”, resumiu a gerente do Sebrae Bahia, Fernanda Pelegrini.

Fonte: Ascom/ Setre