Isenções recentes de vistos não afetaram número de turistas no carnaval do Brasil, diz especialista

BRASIL

Em março do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto para dispensar o visto de visita para turistas de Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão que viajarem ao Brasil.

Depois, quando o presidente brasileiro viajou para a China e para a Índia disse que isentaria os chineses e os indianos da obrigatoriedade de visto para ingressar no território brasileiro.

No entanto, em entrevista à Sputnik Brasil, Mariana Aldrigui, professora de Turismo da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (Universidade de São Paulo), disse que, apesar de positiva, a medida pouco influenciou no número de turistas durante o carnaval deste ano.

“Não há uma correlação imediata que a gente possa fazer entre a isenção do visto e a busca específica pelo carnaval, porque o carnaval está consolidado há muito tempo, então o turista estrangeiro que vem para o carnaval ele já tem isso programado e não é uma decisão de última hora”, disse.

Segundo Mariana Aldrigui, o número de turistas estrangeiros e brasileiros que viajaram este ano durante carnaval foi menor que o do ano passado.

“A gente está finalizando alguns dados, mas esse carnaval tende a ser um dos melhores dos últimos 5 anos, mas não superou os números de 2019”, afirmou.

Os motivos, segundo a especialista, se devem ao fato de o carnaval ter caído em fevereiro e do clima não ter favorecido.

“O carnaval de 2019 caiu no mês de março, o que deu ao brasileiro especialmente, um pouco mais de folga orçamentária, a gente teve também nas duas cidades com o maior carnaval de rua, São Paulo e Rio de Janeiro, muita chuva e isso diminuiu um pouco os ânimos das pessoas permanecerem nas ruas gastando um pouco mais”, explicou.

Sputnik

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui