Itacaré-BA vai ganhar um centro de treinamento de surf

Foto: Divulgação

Itacaré-BA, que nos anos 1980 era reduto de surfistas e hoje é um dos roteiros mais procurados para quem ama praia, sol e mar, ganhará o primeiro Centro de Treinamento de Surf do Norte-Nordeste do Brasil.

Pelas ondas das praias, que podem chegar até  três metros de altura, deslizaram pranchas conduzidas por ilustres nomes do surf em competições de grande porte como, por exemplo, sete edições do Liga Mundial de Surf – WSL.

O Centro de Treinamento de Surf  será uma estrutura muito bem equipada. Contará com sala de simulação de surf e de fisioterapia, auditório, academia, local para guardar pranchas, além de um centro técnico para a realização de competições nacionais e internacionais.  Em uma segunda etapa, o CT ganhará dormitório para atender as delegações de atletas de outras cidades.

O Governo da Bahia, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre), firmou convênio com Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul- CDS-LS, para garantir o apoio financeiro da construção do equipamento esportivo.  Serão investidos na construção do centro de treinamento R$ 583 mil.

“Com o Centro de Surf de Itacaré, a Bahia será um importante palco para revelar novos talentos brasileiros que buscam um sonho olímpico no surf”, disse o diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto.  O presidente da Federação Baiana de Surf (FBSURF), Marcelo Barros, completou, afirmando que o CT contará com uma equipe de profissionais multidisciplinares, que garantirão o desenvolvimento dos atletas baianos e também de outros estados brasileiros.

A partir  do segundo semestre, será aberto o calendário baiano da modalidade com a realização do Bahia Surf Festival 2022, que acontecerá em três etapas, em Salvador, Itacimirim e Imbassaí.