Ministros do STF defendem responsabilização de Pazuello pelo caos da saúde em Manaus

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) passaram a defender recentemente que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, seja responsabilizado pela crise de abastecimento de cilindros de oxigênio em Manaus e consequentemente pelo colapso do sistema de saúde da capital amazonense, de acordo com a Veja.

Na pior das hipóteses, os magistrados avaliam que Pazuello poderia ser acusado de homicídio por omissão caso fique comprovado que o Ministério da Saúde já havia sido informado sobre a iminente falta de insumos em Manaus e, mesmo assim, não tomou providências.

À Veja, um ministro do Supremo disse que membros do tribunal pressionaram o procurador-geral da República, Augusto Aras, a tomar medidas mais enérgicas contra Pazuello. Aras, porém, deu uma resposta protocolar: “já abrimos procedimento”.

Até o momento, três ações foram abertas pelo Ministério Público para investigar a crise do oxigênio em Manaus. Pazuello, no entanto, não é investigado.

Fonte: Brasil 247