Palestra aborda uso prático de agentes de biocontrole para controle de doenças de plantas

Plantação de soja no Mato Grosso; no país, 2 mil latifúndios ocupam área maior que 4 milhões de propriedades rurais - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O tema “Produtos biológicos no manejo de doenças de plantas: uma visão prática de utilização em grandes culturas”, será apresentado e discutido por Sérgio Mazaro, professor da UFTPR, em 6 de dezembro de 2021, das 10 às 12h (link meet.google.com/fwh-rxho-qcs).

Na palestra, o Professor Sérgio abordará a utilização prática de agentes de biocontrole para controlar doenças de plantas, principalmente com o uso de Trichoderma Bacillus nas culturas da soja, milho e algodão.

Conforme Mazaro, o encontro também irá analisar a integração desses agentes de biocontrole de doenças de plantas com os agentes de biocontrole de pragas agrícolas, além de discutir o uso integrado de todos esses agentes com os inoculantes como Bradyrizhobium Azospirillum.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Meio Ambiente Wagner Bettiol, organizador da palestra, outro aspecto importante é a discussão sobre as tecnologias de aplicação dos agentes de biocontrole no campo e a compatibilidade com as práticas agrícolas utilizadas pelos agricultores. “Todos esses aspectos serão discutidos considerando os grandes produtores de soja, milho e algodão e os pequenos agricultores dessas culturas e as diferenças na forma de uso entre as diferentes regiões agrícolas brasileiras”, enfatiza o pesquisador. Além disso, também as vantagens ecológicas, sociais e econômicas, considerando o uso prático dos bioinsumos, serão discutidas.

Conforme Bettiol, essa discussão é de extrema importância neste momento da agricultura brasileira, onde os bioinsumos passaram a ser utilizados em larga escala.

 

Cristina Tordin (MTB 28499)

Embrapa Meio Ambiente