Parceria Rússia-Índia é pilar da paz e estabilidade global, diz comunicado após encontro bilateral

© REUTERS / Mikhail Klimentyev / Sputnik
Moscou e Nova Deli continuam desenvolvendo suas relações estratégicas bilaterais, que os dois países consideram benéficas também para o resto do mundo.
A Rússia e a Índia reafirmaram seu compromisso com a parceria bilateral, que é um pilar da arquitetura política mundial, disse o Kremlin, citando a declaração conjunta de Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia.

“Os [dois] lados confirmaram seu compromisso com a parceria estratégica especialmente privilegiada e sublinharam que estas relações importantes entre Rússia e Índia, como grandes potências com responsabilidades comuns, seguem sendo um pilar da paz e estabilidade global”, indica o comunicado.

Para isso, a Rússia e a Índia decidiram estudar possíveis áreas de cooperação em outros países.
“Os lados concordaram estudar áreas de cooperação mutuamente aceitáveis e benéficas em países terceiros, especialmente no centro e sudeste da Ásia, e também na África”, refere o documento do acordo, que destaca o Afeganistão como área de prioridade.
“Os líderes sublinharam que o território do Afeganistão não deve ser usado para encobrimento, preparação ou planejamento de operações ou financiamento de quaisquer grupos terroristas, incluindo o Daesh, Al-Qaeda, Lashkar-e-Taiba [todas organizações terroristas proibidas na Rússia e em vários outros países] e outros.”
O documento também instou ao aumento dos esforços para restaurar o acordo nuclear do Irã, ou Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), e ao seguimento do trabalho em prol do estabelecimento de uma “paz sólida e estabilidade” através da desnuclearização da península coreana.
A declaração bilateral também abordou as relações entre os dois países, instando a uma otimização e aceleração do processo de despacho aduaneiro nas trocas comerciais entre a Rússia e a Índia e acordos de cooperação em diferentes áreas, como o espaço, propriedade intelectual, diplomacia, geminação de cidades ou o desenvolvimento mútuo das línguas russa e hindi.
No acordo estão também incluídas provisões para simplificar investimentos na área da construção naval, o investimento de empresas indianas no Extremo Oriente da Rússia, além do fornecimento de dois milhões de toneladas de petróleo à Índia em 2022 pela empresa estatal russa Gazprom.
Moscou e Nova Deli afirmaram querer aumentar o nível de comércio entre os dois países.
“Os lados referiram que o atual volume de comércio bilateral não corresponde ao potencial da parceria estratégica entre a Rússia e Índia. Os líderes dos dois países sublinharam a necessidade de aplicar esforços para conseguir um indicador alvo no valor de US$ 30 milhões [R$ 170,95 bilhões] até o ano 2025″, aponta a declaração.
Fonte: Sputnik Brasil