Plataforma pioneira e exclusiva para o meio ambiente, sustentabilidade e energias cresceu mais de 250% entre 2021 e 2020 e busca por sócio no Brasil

Foto: Reprodução FIA

A AMBIENTAL MERCANTIL é pioneira no Brasil, oferecendo um espaço de nicho exclusivo, para organizações e profissionais que atuam nos setores ambientais e de energias

Por Simone Horvatin, Fundadora e Diretora Executiva

A plataforma AMBIENTAL MERCANTIL foi idealizada para unir. Unir o continente europeu com o Brasil, unir os setores ambientais e de energias, oferecer um espaço B2B de nicho e dedicado a criar oportunidades as empresas de tecnologias ambientais, profissionais de consultoria e clientes que precisam de soluções dos setores de resíduos sólidos e reciclagem, economia circular, serviços ambientais, tratamento de água, saneamento básico, energias renováveis (energia solar, energia eólica, biogás), certificações, cursos técnicos e eventos.

Entre 2021 e 2020, a plataforma cresceu mais de 250% e a taxa de retorno dos usuários é de 76%, confirmando a satisfação dos clientes e usuários como seguidores assíduos das notícias, informações e oportunidades que a plataforma oferece diariamente.

Reflexão: ESG e “Greenwashing” nos grandes veículos de comunicação

Desde que ESG passou a ser um assunto de destaque global e nacional (Environment, Social and Governance), onde investidores e stakeholders passaram a considerar pontuações e critérios para fazerem investimentos, o tema “meio ambiente e sustentabilidade” passou a ter grande importância nas empresas e indústrias. Coincidentemente, também para os grandes veículos de comunicação no Brasil (alguns fundados há mais de 40, 50 anos atrás e que nunca tiveram compromisso com o meio ambiente, sendo que este nunca foi a pauta principal das suas organizações).

O ESG veio para nortear os investidores, e os grandes veículos de comunicação “de repente” incluíram o meio ambiente como Caderno, ESG Especial entre outros formatos. Para quem trabalha e sempre trabalhou pelo meio ambiente, o “Greenwashing” é nítido e transparente.

A AMBIENTAL MERCANTIL é compromissada com o Meio ambiente desde a sua fundação, antes mesmo do ESG ser popular

O que move a AMBIENTAL MERCANTIL é o Meio ambiente e a Sustentabilidade desde sempre. Foi fundada com objetivo de proporcionar aos usuários e aos setores ambientais e de energias eficiência e rapidez nas informações e notícias, no fomento de soluções e tecnologias que possam contribuir para melhorar os processos industriais, preservar o meio ambiente, a biodiversidade e os recursos naturais. A marca da empresa já diz tudo: AMBIENTAL de “Meio ambiente” e MERCANTIL de “Negócios e Oportunidades”.

AMBIENTAL MERCANTIL quer crescer e busca por sócio no Brasil!

 

Simone Horvatin, jornalista e idealizadora da AMBIENTAL MERCANTIL

“Sou brasileira e resido há mais de 22 anos em Munique, na Alemanha. Idealizei a AMBIENTAL MERCANTIL em 2016, levando em conta toda a minha bagagem profissional – como jornalista e profissional de marketing – e vivência em um país que pode ser considerado o mais ecológico do mundo: a Alemanha. Muitos usuários pensam que a AMBIENTAL MERCANTIL é uma grande empresa, pois prezo o profissionalismo acima de tudo. Porém, é gerida apenas por mim, aqui da Alemanha, até o momento. Com a pandemia, alguns planos foram pausados. Desde sua fundação, optei por construir do zero, sem empréstimos ou investidores “anjos”. Após cinco anos de muito trabalho (considerando menos dois de pandemia), a AMBIENTAL MERCANTIL não para de crescer e estou aberta a propostas para encontrar um sócio no Brasil”.

“A plataforma AMBIENTAL MERCANTIL não visou lucratividade. Como empreendedora, desde o início, meus valores foram criar uma marca com compromisso ambiental real, através de um trabalho confiável e sério. Não quero empréstimos, não busco “anjos”, nem investidores. Quero um sócio (PF ou PJ) que acredite no trabalho e que compreenda o conceito e todo o potencial da AMBIENTAL MERCANTIL.”