Porta-voz de Bolsonaro testa positivo para coronavírus

(Marcos Corrêa/PR)

Rêgo Barros já está afastado de suas funções

O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, testou positivo para o novo coronavírus e está afastado de suas funções. A informação foi confirmada por sua equipe. Ainda de acordo com esses relatos, ele está assintomático e cumpre quarentena em casa.

Este é mais um caso de contaminação por Covid-19 no governo de Jair Bolsonaro. O primeiro deles foi o de Fabio Wajngarten, secretário especial de Comunicação, após viagem com a comitiva de Bolsonaro aos EUA em março. Depois, os ministros Augusto Heleno (GSI) e Bento Albuquerque (Minas e Energia) também testaram positivo.

Ao todo, 23 pessoas que viajaram com Bolsonaro aos EUA contraíram o novo coronavírus. O presidente se submeteu a ao menos dois testes após a viagem – mas, embora tenha dito pelas redes sociais que os resultados deram negativo, ele se recusou a divulgá-los.

Uma decisão judicial de primeira instância obrigou Bolsonaro a apresentar os laudos dos exames ao Estadão, em 48 horas a partir da notificação. Encerrado o prazo, a Advocacia-Geral da União (AGU) não divulgou os resultados, mas apenas um relatório feito pela equipe médica.

A Justiça voltou a obrigar o presidente a apresentar os exames, decisão inicialmente derrubada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). O presidente da corte, porém, retomou a obrigação inicial e os laudos ainda não foram mostrados.

Conversa Afiada

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui