Presidente da OAB diz que eleições de 2022 serão garantidas ‘quer Bolsonaro queira ou não’

Presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, e Jair Bolsonaro (Foto: OAB / Agência Brasil)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, reagiu à ameaça feita por Jair Bolsonaro de não realização das eleições de 2022 caso a Justiça Eleitoral não reimplante o voto impresso.

Pelo Twitter, Santa Cruz disse que, apesar da ameaça de Bolsonaro, as instituição irão garantir a realização do pleito. “O presidente deixou patente seu desejo de que não tenhamos eleição em 2022. Como Bolsonaro nunca foi um admirador da democracia, muito pelo contrário,  é bom que fique claro para ele que as instituições vão garantir o processo eleitoral e sua lisura. Quer ele queira, ou não”, disse o presidente da OAB.

Em live nesta quinta-feira (6), Jair Bolsonaro fez sua mais clara ameaça de golpe ao dizer que não haverá eleição presidencial em 2022 sem o voto impresso. Ele também aproveitou a ocasião para novamente atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que chamou o voto impresso de “caos”.

“Eu acho que ele é o dono do mundo, o Barroso. Só pode ser. O homem da verdade absoluta, não pode ser contestado. Estou preocupado se Jesus Cristo baixar aqui na Terra, ele vai ser ‘boy’ do ministro Barroso”, afirmou o chefe do governo federal na mesma live em que reiterou a possibilidade de “baixar um decreto” para proibir medidas restritivas contra a pandemia.

 

Fonte: Brasil 247