SDR debate desenvolvimento rural do Semiárido Nordeste II por meio de Consórcio

Foto: Divulgação

Para assegurar a continuidade do crescimento produtivo da agricultura familiar, no Território de Identidade Semiárido Nordeste II, dirigentes da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), unidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), reuniram-se, nesta terça-feira (04), no Salão Paroquial, localizado na Praça Nossa Senhora da Conceição, município de Banzaê, com secretários e secretárias de Agricultura e outros representantes do Consórcio Intermunicipal do Semiárido Nordeste II (CISAN), para debater o convênio Mais ATER.

O Mais ATER é uma modalidade de prestação de assistência técnica e extensão rural (Ater), via parceria entre Governo do Estado, por meio Bahiater/SDR, com as prefeituras. O objetivo é contribuir com o apoio em infraestrutura, para dinamizar o serviço de Ater. A Bahiater/SDR tem convênio do Mais ATER firmado com o CISAN desde 2020, com investimento de mais de R$1 milhão de reais, destinado a iniciativas que atenderão 1.200 famílias agricultoras, em 18 municípios.
“O nosso foco é que os agricultores e agricultoras sejam atendidos por uma política pública qualificada, que se materialize no fortalecimento dos sistemas produtivos de cada Território de Identidade. A Ater irá potencializar a incidência de outras políticas para a agricultura familiar, como acesso ao crédito e aos mercados e a agroindustrialização da produção, bem como regularização ambiental e fundiária”, salientou Célia Watanabe, gestora da Bahiater/SDR.
Jailma Dantas, prefeita de Banzaê e presidente do CISAN, informou que, além do Mais ATER, foi firmado também um convênio com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da SDR, para a implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), a fim de estruturar a comercialização de produtos de origem animal: “A agricultura familiar é um vetor de desenvolvimento. Esses convênios significam muito para nós, pois possibilitam um trabalho de maneira organizada, em que há identificação dos desafios e dos potenciais produtivos de cada unidade familiar, respeitando as peculiaridades, ou seja, juntando tudo isso, todos ganham e assim a produção rural se consolida como vetor de desenvolvimento na economia da Bahia e da nossa região”.
Parceria mais Forte
Durante a reunião, Luís Barbosa, coordenador de Ater na Bahiater, apresentou mais informações sobre a execução e operacionalização do Mais ATER, no âmbito da estratégia Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia, que consiste na articulação e execução de ações conjuntas entre Governo do Estado, Prefeituras, Consórcios Públicos e Organizações da Sociedade Civil, para qualificar os processos de gestão e de execução das políticas públicas direcionadas à agricultura familiar.

O encontro em Banzaê faz parte de uma série de atividades que a SDR vem promovendo por toda Bahia, para reafirmar, junto às gestões municipais, a necessidade de continuar o investimento na agricultura familiar, um segmento  que potencializa o desenvolvimento econômico, local e social.

Assessoria de Comunicação SDR/CAR  

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui