Sebrae assina convênios para ampliar atendimento e fortalecer pequenos negócios na Bahia

Foto: Ytana Mayanne

O Sebrae firmou cinco convênios em prol do desenvolvimento e fortalecimento dos pequenos negócios na Bahia. As parcerias foram firmadas, na manhã desta sexta-feira (10), com o Governo da Bahia e as Prefeituras de Salvador e de Feira de Santana. Os documentos foram assinados durante o Encontro de Dirigentes do Sistema Sebrae, que a acontece na sede do Sebrae Bahia, no bairro do Costa Azul, na capital baiana.

Estiveram presentes no ato das assinaturas o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles; o superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury; o vice-governador da Bahia e secretário de Planejamento do Estado, João Leão; o prefeito de Salvador, Bruno Reis; e o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins.

Com o Governo do Estado, foi firmado convênio para a ampliação do Serviço de Atendimento ao Empreendedor. Já com a prefeitura de Feira de Santana, a parceria é focada no fortalecimento do empreendedorismo e da cultura da cooperação. Em Salvador, foram três parcerias: um projeto com foco em ações para tornar os pequenos negócios mais competitivos; a implantação do Sebrae Ecos no Espaço Colabore; e o fomento ao setor de Economia Criativa.

Jorge Khoury avaliou que as parcerias reforçam a atenção do poder público à melhoria do ambiente de negócios, sobretudo com o fortalecimento das micro e pequenas empresas baianas. “Temos a esperança e a convicção de que vamos conseguir superar as dificuldades impostas nesse período tão desafiador. Nesse sentido, a soma de forças das esferas pública e privada se fazem fundamental para que possamos trabalhar em prol do desenvolvimento social e econômico da Bahia”, destacou o superintendente.

Já Carlos Melles reforçou a importância do diálogo do Sebrae com o poder público e os entes políticos, lembrando da aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que completou 15 anos em 2021. “Desde então, chegamos ao número de 7,5 milhões de micro e pequenas empresas e 3 milhões de MEIs. Os pequenos negócios respondem por quase 80% dos empregos gerados em 2021 e esses números são fruto também da lei que transformou o país. Esses convênios assinados são uma mostra do que podemos fazer para, juntos, construirmos o Sebrae que o Brasil precisa”.

O vice-governador, João Leão, destacou a união entre o Sebrae, Governo do Estado e os municípios como o caminho para desenvolver pequenos e grandes negócios na capital e no interior. “Nosso termo de cooperação com o Sebrae já inaugurou 18 unidades do Serviço de Atendimento ao Empreendedor (SAE) pela Bahia e queremos chegar aos 417 municípios. Temos aferido um movimento da nossa economia, com o estado liderando a geração de empregos no Nordeste, com 118,7 mil postos de trabalho. Crescemos também 28,5% nossa taxa de exportações no acumulado do ano, chegando a US$ 9,14 bilhões. Com a ampliação da nossa parceria com o Sebrae, a tendência é fortalecer ainda mais este cenário econômico baiano”, afirmou.

Convênio

No âmbito do Governo do Estado, o convênio diz respeito à expansão de mais cinco pontos de atendimento do SAE – Serviço de Atendimento ao Empreendedor, sendo dois em Salvador, e outros três em Simões Filho, Eunápolis e Barreiras. Atualmente, são 18 SAEs em funcionamento na Bahia. Os espaços oferecem atendimento e orientação a donos de pequenos negócios e microempreendedores individuais.

Confira a matéria completa no site da Seplan.