Um dia depois de falar em ‘reconciliação’, Trump anuncia que não vai à posse de Biden

Trump, Capitólio invadido por apoiadores de Trump e Joe Biden (Foto: Reuters)

Menos de 24 após falar em “reconciliação” e se comprometer em realizar uma transição pacífica, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que não  comparecerá à posse do presidente eleito, o democrata Joe Biden, no próximo dia 20, o que porá fim a uma tradição de 152 anos.

“Para todos aqueles que tem perguntado, eu não vou à posse no dia 20 de janeiro”, afirmou Trump nesta sexta-feira (8).

Tradicionalmente, os presidentes que deixam o cargo participam da cerimônia de posse do sucessor. Quando Trump assumiu a Casa Branca, em 2017, Barack Obama compareceu ao evento e cumprimentou o republicano.

Os únicos três presidentes que faltaram à posse dos seus sucessores foram John Adams (em 1801), John Quincy Adams (em 1829) e Andrew Johnson (em 1869).

Mesmo com a ausência de Trump, o vice-presidente Mike Pence deve participar da cerimônia, embora não tenha confirmado a ida. Ele transmitirá o cargo para a eleita Kamala Harris.

A declaração de Trump vem na esteira das demissões de integrantes do seu gabinete e do repúdio à invasão do Capitólio feita por apoiadores e que resultou em cinco pessoas mortas.

 

Fonte: Brasil 247