‘À Cidade’, do autor Mailson Furtado, é o Livro do Ano do 60º Prêmio Jabuti

Postado em 09/11/2018 15:46 - Atualizado em: 09/11/2018 15:47
Share Button

São Paulo, – A Câmara Brasileira do Livro (CBL) acaba de anunciar os vencedores do 60º Prêmio Jabuti, em cerimônia realizada no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. “À Cidade”, do poeta cearense Mailson Furtado, é o Livro do Ano. O autor levou para casa a estatueta do Jabuti e o prêmio em dinheiro de R$ 100 mil.

Furtado vive em Varjota, cidade de menos de 20 mil habitantes do interior do Ceará. “Fiz o livro na mão, até a capa foi desenhada por mim. Espero que esse prêmio abra essa janela para todas as editoras e autores de qualidade que não tem espaço ou condições financeiras de lançar um livro. Esse prêmio não é meu, é nosso”, diz Furtado.

Na cerimônia comemorativa dos 60 anos do Prêmio, também foram conhecidos os ganhadores das 18 categorias do Jabuti, que receberam o troféu e R$ 5 mil – com exceção da categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior, premiada apenas com a estatueta. A relação de vencedores está disponível emwww.premiojabuti.org.br.

Concorriam em cada categoria 10 finalistas, divulgados no dia 4 de outubro. As obras foram avaliadas por três jurados especialistas de cada categoria, indicados pelos leitores, mercado editorial e validados pelo Conselho Curador do Prêmio Jabuti. Já para o prêmio máximo da noite, o Livro do Ano, concorreram as obras vencedoras dos Eixos Literatura e Ensaios.

O prêmio de Personalidade Literária foi conferido ao poeta Thiago de Mello pelo conjunto de sua obra. Ele recebeu uma homenagem em vídeo, com depoimentos de grandes autores e profissionais do mercado. Devido a problemas de saúde, o poeta não pôde comparecer e foi representado por sua esposa, Pollyanna Furtado, e pelo seu filho, o compositor Thiago de Mello.

Em 2018, diferentemente dos anos anteriores, os vencedores foram conhecidos somente durante a cerimônia de premiação, quando o envelope da auditoria responsável pela apuração das notas e pelo sigilo dos resultados foi entregue para ser aberto.

Nesta edição, o Prêmio Jabuti anunciou diversas mudanças voltadas ao leitor e ao mercado. Entre as novidades estão: a reorganização das categorias em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação; a criação da categoria Formação de Novos Leitores, dedicada a ações de incentivo à leitura; as inscrições com preços mais acessíveis para autores independentes.

Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro, comemora o sucesso da premiação. “A escolha de um autor independente mostra a força e capacidade do prêmio em representar o escritor brasileiro. Desejo muito sucesso para Mailson Furtado e todos os homens de Letras espalhados pelo nosso país”, acrescenta Torelli.

A 60ª edição do Prêmio Jabuti conta com o patrocínio ‘Apresenta’ da Suzano Papel e Celulose e os apoios da Prefeitura de São Paulo, Itaú Cultural, Microsoft, BMF Gráfica, 3uS! e Ragazzo Café.

Link para download das fotos: https://we.tl/t-vgAdN9o5xy

Conheça a relação de vencedores:

Livro do Ano: À Cidade – Autor: Mailson Furtado, autor independente

Eixo Literatura

Categoria Conto: Enfim, Imperatriz – Autora: Maria Fernanda Elias Maglio, Editora Patuá

Categoria Crônica: O poeta e outras crônicas de literatura e vida – Autores: Rubem Braga, André Seffrin, Gustavo Henrique Tuna, Global Editora

Categoria HQ: Angola Janga | Autor: Marcelo D’Salete, Editora Veneta

Categoria Infantil e Juvenil: O Brasil dos Dinossauros – Autores: Luiz Eduardo Anelli, Rodolfo Nogueira, Editora Marte Cultura e Educação

Categoria Poesia: À Cidade – Autor: Mailson Furtado, autor independente

Categoria Romance: O clube dos jardineiros de fumaça – Autora: Carol Bensimon Editora Companhia das Letras

Categoria Tradução: Título: Poemas – Tradutor: Geraldo Holanda Cavalcanti, Editora da Universidade de São Paulo

Título: O macaco e a essência- Tradutor: Fábio Bonillo, Editora Biblioteca Azul

 

Eixo Ensaios

Categoria Artes: Título: Imaginai! O teatro de Gabriel Villela – Autores: Rodrigo Louçana Audi, Dib Carneiro Neto, Edições Sesc São Paulo

Categoria Biografia: Roquette-Pinto: o corpo a corpo com o Brasil – Autor: Cláudio Bojunga, Editora Casa da Palavra

Categoria Ciências: As Maravilhosas Utilidades da Geometria: da pré-história à era espacial – Autor: Adalberto Ramon Valderrama Gerbasi, Editora Marcelino Champagnat – PUCPRESS

Categoria Economia Criativa: Design de Capas do Livro Didático: A Editora Ática nos Anos 1970 e 1980 – Autor: Didier Dias de Moraes, Editora da Universidade de São Paulo

Categoria Humanidades: Democracia Tropical – Autor: Fernando Gabeira, Editora Estação Brasil

Eixo Livro

Categoria Capa: O Corego: Texto Anônimo do Século XVII sobre a Arte da Encenação – Capista: Carla Fernanda Fontana, Editora da Universidade de São Paulo

Categoria Ilustração: Os trabalhos da mão – Ilustrador: Nelson Cruz, Editora Positivo

Categoria Impressão: Bruno Dunley – Responsável: Ipsis (Jesué Pires), Editora Associação para o Patronato Contemporâneo

Categoria Projeto Gráfico: Conflitos: fotografia e violência política no Brasil  – 1889-1964 -Responsável: Luciana Facchini, Editora Instituto Moreira Salles

 

Eixo Inovação:

Categoria Formação de Novos Leitores: Psicanálise e literatura – Freud e os clássicos Responsável: Ingrid de Mello Vorsatz

Categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior: Fim | Autora: Fernanda Torres, Editora Companhia das Letras

 

Mais informações:

Agência Febre

Renata Cajado – renata.cajado@agenciafebre.com.br

Ciro Bonilha – ciro.bonilha@agenciafebre.com.br

Tel: (11) 2769 3806- Siga-nos no Twitter @agfebre e no facebook.com/agfebre

 

Share Button