Comissão da Covid-19 da ALBA aprova audiência pública para discutir baixa procura por vacinação

Foto: Divulgação

400 mil pessoas na Bahia não tomaram a segunda dose da vacina

A Comissão Especial para Avaliação dos Impactos da Pandemia da Covid-19 da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou a realização de uma audiência pública online, que deve acontecer na próxima quarta-feira (25), às 10 horas, para debater as questões mais recentes relacionadas ao enfrentamento à pandemia do novo coronavírus no estado.

Serão convidados os secretários da Saúde do Estado, Tereza Paim, e do município de Salvador, Leo Prates, para discutir estratégias para solucionar a questão da baixa procura pela segunda dose da vacina, chegando a 400 mil pessoas em toda Bahia sem completar o processo de imunização; a situação dos aptos para a primeira dose que não têm comparecido (apenas em Salvador são mais de 90 mil pessoas); e a baixa imunização das pessoas em situação de rua (também na capital, de 7 mil doses previstas para esse público, apenas 2 mil foram aplicadas).

“São números muito preocupantes que precisamos reverter. Infelizmente temos um movimento negacionista, que pode estar contribuindo para isso, e precisamos reforçar a importância da imunização para superarmos essa pandemia”, afirmou o deputado e presidente da comissão, Angelo Almeida, em reunião nesta quarta-feira (18).

O presidente acrescentou que o colegiado também vai entrar em contato com a Comissão de Educação, sugestão do deputado Tiago Correia, para a realização de uma audiência conjunta para tratar sobre cuidados relacionados a volta às aulas no formato híbrido.

Angelo também informou que, junto com o presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da Alba, deputado Eduardo Alencar, pediu audiência com o secretário de Comunicação do Estado da Bahia (Secom), André Curvello, para tratar da necessidade de uma campanha de conscientização e convocação da população para a vacinação.