Covid-19 pode causar queda de cabelo e mudanças na pele

Foto: Reprodução

Embora a Covid-19 esteja há mais de um ano entre nós, há ainda muitas questões relacionadas à doença que são desconhecidas ou pouco discutidas. Entre elas estão marcas e efeitos deixados no corpo, como queda de cabelo e mudanças na pele, mesmo depois que o paciente está curado.

De acordo com uma revisão sistemática — análise de inúmeros estudos científicos sobre um mesmo tema —, um grupo de pesquisadores dos EUA, Suécia e México avaliou o efeito de longo prazo da Covid-19 em mais de 47 mil pacientes recuperados e estimou a prevalência de cada sintoma registrado. No geral, os pesquisadores estimaram que 80% dos pacientes que foram infectados pelo coronavírus desenvolveram um ou mais sintomas da infecção a longo prazo. Dessa lista, a perda de cabelo aparece entre os cinco sintomas mais comuns, com 25%.

No que diz respeito à pele, outros estudos mostram que a Covid-19 pode causar avermelhamento tipo “rash cutâneo”, que lembra as lesões de sarampo ou rubéola, quando a pele fica com bolinhas ou placas vermelhas disseminadas pelo corpo todo. Além disso, a inflamação causada pelo vírus pode levar a lesões de urticária, que são placas vermelhas e inchadas, com muita coceira e que aparecem e desaparecem sem deixar marcas.

Para dar mais informações sobre esses episódios de queda de cabelo e inflamações na pele e explicar como podem ser tratados, sugerimos entrevista com a dermatologista Denise Ozores.

 

Perguntas:

Perda de cabelo e mudanças na pele são efeitos que podem ser observados mesmo quando a pessoa ainda está com a covid ou os estudos mostram que só aparecem posterior à doença?

O que explica essa perda de cabelo e a que ponto isso pode chegar?

Quanto às infrações da pele, quais são as causas?

Além do incômodo visual, que outros problemas esses efeitos da Covid podem causar a saúde?

Como a perda de cabelo e mudanças na pele podem ser tratados?

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui