MST doa mais de uma tonelada de alimentos orgânicos na periferia de Juiz de Fora (MG)

Foto: Reprodução MST

Cerca de 1,5 tonelada de alimentos produzidos da agricultura familiar foram doadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para 200 famílias da Zona da Mata Mineira, na periferia de Juiz de Fora (MG), neste fim de semana.

A campanha “Natal Solidário”, parte da jornada nacional de lutas do MST por Terra, Teto, Trabalho e Reforma Agrária Popular, é um projeto do MST em parceria com o Levante Popular da Juventude e o Coletivo Vozes da Rua, que busca amenizar a fome e denunciar a desigualdade. “Muitas pessoas perderam o emprego e possuem poucos recursos para matar a fome e garantir a subsistência de sua família”, afirmam as organizações em nota

Segundo Dowglas Silva, membro da coordenação regional do MST na Zona da Mata, além dos alimentos estão sendo doados kits de limpeza e higiene devido à pandemia de covid-19.

“O povo sem-terra é um povo solidário que sabe o quão difícil está sendo enfrentar a pandemia e garantir minimamente o isolamento social. Não tem como nos calarmos enquanto nossos irmãos choram de barrigas vazias nas periferias da cidade”, afirma Silva.

À campanha, somou-se o Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH) de Juiz de Fora, que realiza campanhas de conscientização sobre os direitos das mulheres trans, por meio de rosa de conversas.

“O centro vem intensificando esse apoio às mulheres trans que na pandemia se encontram cada vez mais em situação de vulnerabilidade”, afirmaram as entidades em nota.

De acordo com Mohammed Silva, integrante do coletivo Vozes da Rua, o trabalho de doação de alimentos vem ocorrendo ao longo do ano inteiro.

“Sabemos que a situação da fome em Juiz de Fora é cada vez maior. A pandemia só colocou em evidência e intensificou o que a gente já sabia. Essa ação dos movimentos organizados da cidade vem ajudando a garantir que nosso povo não morra nem de vírus nem de fome. São esses gestos que são capazes de contribuir pra gente mudar esse cenário.”

Até o momento, mais de três toneladas foram doadas somente em Juiz de Fora.

 

Fonte: Brasil de Fato

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui