PGR diz estar ‘convicta’ sobre necessidade de prisão de Wilson Witzel

© REUTERS / Adriano Machado

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou nesta terça-feira (1º) em relação ao afastamento do governador do Rio de Janeiro, afirmando que também deve oferecer denúncia contra Wilson Witzel.

Em documento enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), a PGR disse estar “convicta” sobre a necessidade de prisão do governador afastado do Rio de Janeiro.

De acordo com a Procuradoria, Witzel é responsável por estruturar uma organização criminosa no exercício do seu governo no Rio de Janeiro.

“Dada a complexidade dos fatos e da investigação, novas ações penais serão deflagradas, adiantando-se que já nos próximos dias será oferecida denúncia pela prática do crime de constituição e pertencimento a organização criminosa, previsto na Lei no 12.850/2013”, disse a PGR, citada pelo G1.

O STJ deve analisar nesta quarta-feira (2) a decisão sobre a manutenção do afastamento de Witzel, acusado de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em esquemas de desvio de recursos para o combate da pandemia.

 

Sputnik Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui