Após prisão de manifestantes, nova faixa é erguida no Planalto: Bolsonaro genocida

Foto: Reprodução Brasil 247

Após quatro manifestantes serem presos nesta quinta-feira (18), por estenderem uma faixa no escrita “Bolsonaro genocida”, uma nova faixa foi colocada no local na manhã desta sexta-feira (19), reagindo contra a censura imposta pelo governo de Jair Bolsonaro, que usa a Lei de Segurança Nacional para perseguir seus críticos.

A Polícia Federal de Brasília prendeu mais dois manifestantes que carregavam um cartaz escrito “#BolsonaroGenocida”, na tarde desta quinta-feira, 18. Eles estavam junto aos deputados federais do PT que se manifestaram contra a prisão de cinco militantes que estenderam uma faixa contra Jair Bolsonaro, com base na Lei de Segurança Nacional.

Vídeo divulgado pela assessoria do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) mostra o parlamentar discutindo com um agente da PF sobre a medida adotada contra os ativistas que carregavam os cartazes chamando Bolsonaro de genocida, diante da crise da pandemia no país, que registrou 3 mil mortes diárias da Covid-19 na quarta-feira, 17.

 

Fonte: Brasil 247