“Bolsonaro é um psicopata, não tem amor à vida e só pensa em seus filhos”, dispara o deputado federal Marcelo Nilo

 O deputado federal Marcelo Nilo | FOTO: Divulgação |

Marcelo Nilo falou também da postura do presidente da República diante da situação calamitosa do País por conta de pandemia.

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB-BA) concedeu entrevista ao programa ‘Primeiras Notícias’, na Rádio Diamantina FM, em Itaberaba, nesta segunda-feira (18), e não poupou críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em isolamento domiciliar em sua residência em Salvador, o deputado falou via telefone e disse estar em quarentena há 61 dias. Marcelo Nilo saudou os políticos que lhe apoiaram no município na última eleição, fez uma explanação consciente e com números sobre a pandemia no país, no Estado e em Itaberaba, onde a Covid-19 já fez dois óbitos.

Nilo tratou também da postura do presidente da República diante da situação calamitosa do país por conta de pandemia. “Cerca de 800 pessoas estão morrendo por dia por causa do coronavírus e isso é extremamente preocupante. Mas, o presidente da República é um presidente que não tem amor à vida, ele ultrapassa todos os limites da imaginação, brincando com coisa séria. Eu já assinei o pedido de impeachment de Bolsonaro, mas nesse momento sabemos que não irá andar por conta da pandemia”, disse.

O deputado frisou a importância da liberdade, ressaltando o papel da imprensa e dos profissionais de Saúde. “A coisa mais sagrada do mundo, é a vida”. Nilo respondeu o questionamento de um eleitor de Bolsonaro e disparou: “Botei emendas para Itaberaba a pedido dos vereadores Fel de Cacai e Walter Sena que votaram comigo. Respeito sua opinião, mas tenho a minha, para mim Bolsonaro é um psicopata, não tem amor à vida, não tem sentimentos pela vida do outro e que só pensa em seus filhos”.

Sobre a demissão do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o deputado baiano disse que o presidente não permite que alguém tenha mais destaque do que ele. “Eu não votei no Bolsonaro, mas torcia para que o governo dele desse certo. Ele demitiu o Mandetta, que tinha credibilidade no que falava, só por que estava tendo mais destaque do que ele”. Sobre a Bahia, Nilo disse que o estado é um dos poucos no Brasil que está pagando o salário em dias.

“Essa crise está afetando muito a economia do país e a medida é “abrir os cofres do governo federal”. Aprovamos um projeto de R$80 bilhões de ajuda para estados e municípios. Essa ajuda é para os prefeitos no combate ao coronavírus e para ajudar nos salários. Porém, não chegou aos estados e municípios porque o presidente ainda não sancionou o projeto”, disse.

Ao falar de Itaberaba, Marcelo Nilo disse que o prefeito do município, Ricardo Mascarenhas (PP), está tomando todas as medidas necessárias para combater o novo coronavírus. “Ricardo é um rapaz jovem, que tem uma boa relação com o governador Rui Costa. Tenho certeza que ele está agindo da melhor maneira possível para conter o vírus em Itaberaba e o surgimento de novos casos”. Questionado sobre o fundo partidário ser destinado ao combate a Covid-19, o deputado se diz favorável à medida.

“Sou a favor de destinar o fundo partidário, eleitoral e os que forem necessários para enfrentamento à pandemia. Acho que todas as obras não emergenciais devem parar também. Na verdade está faltando recursos e a boa vontade do presidente para comprar testes rápidos. A previsão do pico da Pandemia é no mês de julho e nós estamos subindo a ladeira do pico agora, ou seja, não chegamos nem na metade do caminho e muitas pessoas nem sabem que estão infectadas pelo vírus”, completa Nilo.

Jornal da Chapada

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui