Feira de Santana vai ganhar hospital com 16 andares e várias especialidades

O prédio do Amayo Apart Hotel, de 16 andares, localizado na Avenida Getúlio Vargas em Feira de Santana, será o novo hospital de Feira de Santana. O anúncio foi feito, na noite desta quarta-feira (17), pelo presidente do Grupo Nobre, Jodilton Freitas, durante a inauguração da escola bilíngue Maple Bear. A previsão é de que a unidade hospitalar seja inaugurada em junho.

 

“Ainda porque nós estamos numa fase de montagem, mas o próximo projeto é um super hospital aqui em Feira de Santana. Vai ser no prédio onde era o Amayo. Nós adquirimos o Amayo. Fizemos o projeto com Ivan, ficou lindíssimo e tenho certeza que nós possivelmente em junho [de 2022] Grupo Nobre vai inaugurar mais um grande empreendimento em Feira de Santana, que vai ser este hospital e com certeza vai ser o maior hospital e o melhor hospital do interior da Bahia. Terá todas as especialidades. São 16 andares, nós definimos um modelo onde a partir do segundo andar, cada um vai ser aproveitado com uma especialidade. Por exemplo, terceiro andar, somente cardiologia, quarto andar neurologia, quinto andar ortopedia, sexto andar pediatria­­­­, e assim por diante. Teremos um hospital escola, teremos um andar onde será praticado todas as experiências e o campo de estágio para os nossos alunos das faculdades”, anunciou.

 

O prédio que seria usado com outra finalidade está fechado há muitos anos. Segundo Jodilton, o desafio de proporcionar ações que contribuam para a cidade é o que o move. O Instituto de Cardiologia (Incardio) será mantido e se tornará uma extensão do grande hospital.

 

“Foi preciso coragem para viabilizar o projeto, talvez um pouco de loucura. É um prédio suntuoso, mas construído 80, 90% desde 2012 e agora nós o assumimos como um desafio. Meu combustível é o desafio de proporcionar coisas na nossa cidade que ajudem a sociedade como um todo. Acho que esse hospital vai agregar porque o Incardio ficou pequeno. Hoje ele é um hospital que vai ser um apêndice deste grande hospital que será construído, para você ver a dimensão e o projeto suntuoso que nós estamos fazendo”, afirmou.

Por que o prédio estava sem uso?

 

Jodilton explicou porq ue o prédio ficou por tantos anos parado e que ele foi adquirido em um momento oportuno.

 

“O que aconteceu no passado é que como o ex-dono, Oyama, começou a construir o prédio como um Apart hotel , e no percurso ele teve que adquirir dois hotéis aqui em Feira, então, ele achou que ali seria um desperdício e ele ficou procurando algum investidor, procurando vender, procurando o que fazer , e foi neste momento que a gente chegou no momento oportuno, que nós estávamos já com a área definida para construir. Só que ali a coisa fluiu bem demais porque a gente consegue realmente aproveitar um grande prédio na bela cidade, na principal avenida de Feira de Santana, e aí com certeza a cidade vai ganhar muito”, contou o empresário que preferiu não informar qual foi o valor investido.

 

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade