Governo autoriza construção de escolas que atenderão mais de dois mil estudantes em Salvador

Foto: Reprodução/ Portal GOV BA

O Governo do Estado construirá novas escolas de tempo integral em Salvador. As duas primeiras unidades, que atenderão 2.360 estudantes, serão implantadas no Imbuí e Sussuarana, com investimento da ordem de R$ 40 milhões.

A primeira delas será erguida na Rua das Araras, no bairro do Imbuí, na área onde estão localizados os colégios estaduais Professor Rômulo Almeida e Angelita Moreno.

A visita do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, acompanhado pelo presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), Sérgio Silva, gestores escolares e técnicos estaduais, na manhã desta quarta-feira (6), marcou a autorização para o desenvolvimento dos projetos básico e executivo e a construção das unidades escolares, cujos serviços serão iniciados pelos sistemas viário e de infraestrutura do entorno.

“Esta é uma demanda que já vínhamos conversando com os gestores e a comunidade escolar das duas escolas para mantermos a mesma oferta para os estudantes com a unificação. São duas escolas que vêm mostrando um bom desempenho na aprendizagem e terão à sua disposição uma estrutura de alto padrão, com quadra poliesportiva coberta, auditório, campo society, laboratórios e biblioteca. Também é muito importante ressaltar esta parceria com a Conder, que busca qualificar a estrutura das escolas para garantir aprendizagem de nossos estudantes”, explicou Jerônimo Rodrigues.

O presidente da Conder, Sérgio Silva, destacou que trata-se de uma ação conjunta com a Secretaria de Educação, “cujo modelo de contratação integrada adotado possibilitou a oferta de soluções e tecnologias inovadoras pela empresa vencedora do processo licitatório, tendo a sustentabilidade como premissa na construção, o que permitirá maior eficiência na gestão e operação dos equipamentos, além de uma economia dos recursos públicos”.

Estrutura

A diretora escolar Eliana Anjos, do Angelita Moreno, comentou sobre a estrutura da nova unidade. “Somos uma comunidade que é apaixonada por este espaço. E com a chance de termos uma grande infraestrutura nos traz expectativas muito positivas”.

Já o diretor Elísio Santos, do Rômulo Almeida, ressaltou a relação com o colégio. “Estudei nesta unidade escolar e estamos muito animados com este novo momento. A qualificação dos professores para desenvolver práticas pedagógicas não comporta mais nesta atual estrutura”. A segunda escola ficará na Avenida Ulisses Guimarães, no bairro de Sussuarana.

As escolas do Imbuí e de Sussuarana terão capacidade para absorver de 960 a 1,4 mil estudantes, respectivamente, em edificações com dois e três pavimentos, incluindo salas climatizadas, laboratórios, auditórios, bibliotecas e refeitórios na área interna; quadras poliesportivas cobertas, campos de futebol com gramado sintético, vestiários e áreas de convivência ao ar livre nas áreas externas.

Outras unidades

Outras seis escolas de tempo integral na capital baiana, cujas obras de implantação ficarão sob a responsabilidade da Diretoria de Infraestrutura e Edificações Públicas da Conder, estão previstas para os bairros da Vila Canária, Lobato, Estrada das Barreiras, Jardim Cajazeiras, Paripe e São Cristóvão.

Entre as inovações previstas, destaque para medidas que visam à racionalização no consumo e reuso de água, reaproveitamento com coleta e armazenamento das águas pluviais, utilização de fonte alternativa e geração de energia limpa, além de soluções que visam maior conforto ambiental, como a utilização de telhas termoacústicas nos auditórios, e a racionalização de recursos naturais no processo construtivo, adotando a estrutura de concreto pré-moldado.

 

Fonte: Portal GOV BA