INVERNO: como manter o ritmo dos exercícios físicos mesmo no frio

Foto: Reprodução

Sempre quando a temperatura cai um pouco, nosso organismo tende a ficar mais preguiçoso. Aí podemos acabar caindo na armadilha de não manter a atividade física em dia e ainda buscar alimentos mais calóricos e gordurosos. Mas existe uma explicação para isso! No inverno, as temperaturas mais baixas e o menor tempo de exposição solar reduzem a nossa energia. Consequentemente, a disposição para a prática de atividade física cai. Embora pareça inofensivo e tentador, trocar alguns dias de exercício pela preguiça ou pelo conforto de casa resulta na perda das adaptações cardiovasculares e musculares conquistadas durante o período de treinamento. “Quinze dias parados já são suficientes para que se perca essas adaptações do nosso corpo e a preguiça é um dos principais motivos para que os exercícios físicos fiquem de lado. Afinal, a temperatura mais fria e os dias mais curtos são dificuldade para muitas pessoas”, explica Guilherme Reis, profissional de educação física e Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda a prática de 150 minutos de atividades moderadas por semana. Para atividades mais intensas, 75 minutos de exercícios físicos por semana são suficientes. Para não perder o ritmo no inverno e garantir a manutenção da saúde, a dica do especialista é manter horários de dormir e acordar, estar atento à alimentação (quanto mais pesada, mais o organismo ficará lento) e se adaptar. “Não deixamos de fazer nossas atividades básicas como tomar banho, escovar os dentes e nos alimentar, apenas nos adaptamos às condições como temperatura da água ou tipo de alimento. Podemos fazer o mesmo para as atividades físicas”, ensina. Outra dica é sentir os benefícios dessa época do ano. Correr no inverno acaba sendo muito mais fácil do que no calor de 30 graus ou mais do verão. Porém, é importante manter a hidratação em dia e evitar o período entre 10h e 17h, quando a umidade do ar é mais baixa e o tempo mais seco. “Buscar atividades que proporcionem prazer torna mais fácil a prática independentemente da época do ano. Também ajuda a escolha de roupas adequadas e de ambientes cobertos ou climatizados”, completa Guilherme.

E os benefícios da prática regular de atividade física são muitos. Melhora o humor, a criatividade e o sono, controla o apetite, a pressão arterial e a glicose no sangue. Em médio e longo prazos, a atividade física auxilia no controle do peso, na diminuição de dores articulares, aumento da força e da capacidade cardiorrespiratória.

 

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui