Legislador indiano diz que EUA enviam ‘dicas sombrias’ a Nova Deli sobre compra dos S-400 russos

ÁSIA E OCEANIA

Sputnik – A iniciativa da Índia de adquirir sistemas de mísseis da Rússia não tem sido bem recebida pelos EUA, que demonstraram repetidamente a possibilidade de sancionar Nova Deli.

Subramanian Swamy, parlamentar do partido governista indiano BJP, sugeriu que os EUA têm enviado “dicas sombrias” ao seu país sobre a compra indiana do sistema de mísseis S-400 da Rússia.

Em um tweet nesta quarta-feira (21), Swamy afirmou que embora todos os olhos estejam voltados para a pandemia, há uma necessidade de estar atento para vigiar as “ameaças nacionais que estão surgindo”.

O coronavírus está em alta, mas não podemos ignorar as ameaças nacionais que estão surgindo. Os EUA começaram a dar dicas sombrias: 1. O navio de guerra naval dos EUA entra nas águas da Zona Econômica Exclusiva indiana sem permissão prévia. 2. Os EUA colocam a Índia quase ao mesmo nível do Paquistão [no] FATF [Grupo de Ação Financeira Internacional, destinado a combater lavagem de dinheiro] como “uma manipuladora de moedas”! Por quê? S-400. Mais dicas?

Ao comentar informações sobre a administração de Joe Biden nos EUA deixar de lado uma pergunta sobre uma proibição norte-americana de exportação de matérias-primas necessárias para produzir vacinas anti-COVID-19 no Instituto de Sérum da Índia, o líder do BJP também sugeriu que há uma terceira “dica sombria”.

Acordei pensando em você, e agradecida por sua sabedoria. Você nos advertiu contra as compras de S-400. Veja onde estamos hoje (21). Reunião da Casa Branca sobre a falta de material na Índia.

Esta é a terceira dica. Ou você joga, ou deixa o jogo. Obrigado, Nilima, por trazer isto ao nosso conhecimento.

Swamy destacou o problema que se criou no relacionamento EUA-Índia após Nova Deli ter finalizado a compra dos sistemas de defesa antiaérea S-400 de produção russa. A Índia assinou um acordo de US$ 5,5 bilhões (R$ 30,63 bilhões) de compra de cinco regimentos do sistema S-400 em 2018, embora o sistema de defesa ainda não tenha sido entregue.

O acordo de defesa provocou indignação nos EUA, com Bob Menendez, senador e presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado dos EUA, recentemente chamando a compra de “motivo de preocupação”.

Os EUA argumentam que, de acordo com o Ato Contra Adversários da América Através de Sanções (CAATSA, na sigla em inglês), a compra dos S-400 pela Índia “constituirá claramente uma transação significativa, e portanto sancionável, com o setor de defesa russo”.

Apesar destas ameaças, Nova Deli tem até agora resistido publicamente às pressões amercanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui