MPF irá investigar suposta ação de Michelle Bolsonaro para favorecer amigos em empréstimos da Caixa

Michelle Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O Ministério Público Federal (MPF) irá investigar a denúncia, feita pela revista Crusoé, de que Michelle Bolsonaro, mulher de Jair Bolsonaro, teria agido para que a Caixa Econômica Federal favorecesse a concessão de empréstimos a empresas alinhadas ao bolsonarismo.

De acordo com a reportagem desta sexta-feira (1), a primeira-dama atuou para que apoiadores do governo Bolsonaro fossem beneficiados por meio de financiamentos do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Os empréstimos foram liberados pela Caixa após ela contatar o presidente da instituição financeira, Pedro Guimarães, e enviar e-mails com a lista dos indicados.

O MPF explicou que a investigação será realizada no inquérito que apura as irregularidades na Caixa. Nesta sexta, o líder da minoria na Câmara dos Deputados, Marcelo Freixo (PSB-RJ), acionou o MPF para que Michelle fosse investigada por tráfico de influência. (Com informações do UOL).

Fonte: Brasil 247