Rede Sustentabilidade anuncia “live” com partidos de oposição para pedir impeachment de Bolsonaro

A executiva estadual da Rede Sustentabilidade (Rede) anunciou, nesta quarta-feira (13) a transmissão de uma “live” nas redes sociais na próxima semana quando deverá pedir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro.  De acordo com os porta-vozes da Rede, a iniciativa chamada de  “Janelas pela Democracia: Impeachment Já”. reunirá PDT, PSB e PV em evento que será transmitido pelas redes sociais dos partidos.

O ato, programado para as 18h30  da próxima terça-feira, 19,  visa unir os cidadãos que defendem publicamente a democracia e que apoiam os pedidos de impedimento do presidente Jair Bolsonaro em tramitação no Congresso Nacional.

Em reunião da Executiva Estadual da Rede Sustentabilidade, na noite de terça-feira (12), os porta-vozes estaduais, Iaraci Dias e Magno Lavigne, fizeram um chamamento para que toda militância partidária se mobilize em apoio ao movimento.

Pré-candidato a prefeito de Salvador, Magno Lavigne avalia que enfrentar Bolsonaro “é dever cívico, extrapola a questão partidária”.  Segundo ele, “a cada dia fica mais claro que ele (Bolsonaro) quer nos levar rumo a uma ditadura e devemos todos defender a democracia, nosso maior patrimônio”.

A porta-voz estadual da Rede, Iaraci Dias,  afirma que “o presidente da República prefere negligenciar as orientações da Organização Mundial de Saúde e vai na contramão de todos os estudos científicos, agindo de todas as formas para conseguir o fim do isolamento social”.

A opinião é compartilhada  por Júlio Rocha.  integrante da Executiva Nacional da Rede: “a crise política que vivemos tem sido agravada por inúmeras condutas ilegais do presidente Jair Bolsonaro e podem, inclusive, ser enquadradas como crime de responsabilidade”.

Segundo seus organizadores  O ato “Janelas pela Democracia: Impeachment Já” contará também com as presenças de artistas, intelectuais e lideranças nos ambientes da web e nas janelas espalhadas pelo Brasil.

Fonte: Rede/Ascom- Foto: O Globo/G1/Arquivos Getty Images