Brasil registra 1.969 mortes por COVID-19, e média móvel passa de 2.600 por dia

© REUTERS / Amanda Perobelli

O Brasil contabilizou 1.969 mortes por COVID-19, nesta segunda-feira (29), chegando a um total de 314.268 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos sete dias subiu para 2.655, um novo recorde.

O novo número é 34% maior que a média de óbitos de 14 dias atrás, o que indica uma tendência de alta nas mortes pela doença.

Já é o terceiro dia consecutivo com a média acima da marca de 2,5 mil e o 13º dia acima de dois mil mortos.

Os dados são do consórcio de veículos de imprensa em levantamento feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Equipe de resgate chega ao hospital com paciente com suspeita de COVID-19 em Brasília, 23 de março de 2021
© AP PHOTO / ERALDO PERES Equipe de resgate chega ao hospital com paciente com suspeita de COVID-19 em Brasília, 23 de março de 2021

Dezoito estados e o Distrito Federal estão com alta na quantidade de mortes: Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amapá, Rondônia, Tocantins, Alagoas, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O estado de Roraima não entrou no levantamento desta segunda-feira (29), pois não conseguiu disponibilizar os dados devido a instabilidades na Internet, segundo informações da secretaria estadual de Saúde.

Número de casos

Em número de casos registrados, o país teve 44.720 diagnósticos nas últimas 24 horas. O total desde o início da pandemia chegou a 12.577.354.

Já a média móvel do número de casos nos últimos sete dias agora é de 75.105, uma variação de +8% em relação aos casos registrados há duas semanas, indicando uma tendência de estabilidade nos diagnósticos.

 

Fonte: Sputnik Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui