‘Foro de São Paulo’ em Cuba debate integração e unidade das esquerdas na América Latina

Postado em 16/07/2018 10:29 - Atualizado em: 16/07/2018 10:29
Share Button

Deste domingo (15) até a terça-feira (17), membros de partidos de esquerda da América Latina e Caribe se encontram no ‘Foro de São Paulo’, em Cuba, para tratar da unidade e integração das siglas. A comitiva do PT, formada pela ex-presidente Dilma Rousseff, pela presidente do partido, Gleisi Hoffmann, e por membros da executiva nacional Mônica Valente e o baiano Ivan Alex, levaram a questão do ex-presidente Lula ser um ‘preso político’.

“Estamos levando a conjuntura nacional que impede que o povo brasileiro eleja democraticamente seu presidente. Lula lidera as pesquisas em todos os cenários, e esse é o único motivo real que eles têm para manter ele preso. O que eles não contavam é que mesmo preso Lula desponta como primeiro colocado em todas as pesquisas”, declara o secretário nacional de Movimentos Populares do PT, Ivan Alex, direto de Havana.

O ‘Foro de São Paulo’ foi fundado por Lula e Fidel Castro, em 1990, e debate justamente assuntos fundamentais para a garantia da democracia na América Latina e Caribe. Para propagar a versão de que Lula é ‘perseguido político’, a ex-presidente Dilma e a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, vão utilizar o palco em Havana para dar o seu recado mais uma vez.

Vitor Fernandes 

Share Button